Grávida Pode Tomar Neosaldina? - Será Que Pode

Grávida Pode Tomar Neosaldina?

no inicio da gravidez pode tomar neosaldina?

Neosaldina é remédio apresentando atividade analgésica, reduz a dor, e antiespasmódica, reduz a contração involuntária, com indicação a tratar vários tipos de dor de cabeça, a incluir enxaqueca, ou a tratar cólicas.

Anúncios

A neolsadina tem funcionamento por ação de dipirona, cafeína e isometepteno.

A dipirona age em reduzir sensibilidade à dor. Isometepteno age em reduzir a dilatação de vasos sanguíneos cerebrais a contribuir para diminuir a dor, e também em potencializar efeito antiespasmódico e analgésico.

A cafeína se resume estimulante de sistema nervoso central, age em cabeça, e tem ação vasoconstritora, reduz o calibre de vasos sanguíneos, sobre artérias cranianas, sendo de utilidade em tratar dor de cabeça, em especial de enxaqueca.

O seu começo da ação acontece entre 15 minutos a meia hora depois de sua administração oral, e tem permanência durante 4 a 6 horas.

Contraindicações e Riscos da Neosaldina

O indivíduo não deve ingerir neosaldina se tiver intolerância a qualquer componente em fórmula ou alergia.

E também não deve ingerir neosaldina em crises da hipertensão arterial, a pressão alta, em presença de mudança em qualidades de sangue ou, proporção dos seus elementos constituintes, ou de certas enfermidades metabólicas, de exemplo a deficiência congênita de glicose-6-fosfato-desidrogenase, ou porfiria.

A pessoa só deve utilizar neosaldina nas doses mais altas e pela fase prolongada se for recomendação do médico.

A neosaldina tem contraindicação aos menores de 12 anos.

Utilização da Neosaldina na Gestação e Amamentação

A neosaldina não deve ser usada pelas gestantes sem orientação do medico ou de cirurgião-dentista.

A pessoa não deve ingerir neosaldina se estiver a amamentar. Se for preciso, a amamentação deverá ter interrupção.

Reações Adversas

A neosaldina pode gerar as reações adversas seguintes. Reação comum que acontece entre 1 por cento e 10 por cento de pacientes que usam neosaldina, as reações em pele, alergia.

Reação rara que acontece entre 0.01 por cento e 0.1 por cento de pacientes que usam neosaldina, a reação grave alérgica com queda de pressão sanguínea, mudanças de células do sangue, batimentos cardíacos elevados e irritabilidade.

Mesmo sendo ocorrências raras, a grave reação alérgica e mudanças em células de sangue se resumem condições graves clínicas,que podem acontecer mesmo se a dipirona tiver sido aplicada de modo prévio, sem qualquer adverso efeito.

As mudanças em células de sangue podem gerar hemorragias pequenas em mucosas e pele.

Podem ainda gerar dificuldade para engolir, exemplo:

  • febre alta,
  • lesão inflamatória no nariz,
  • boca e garganta,
  • assim como em áreas anal e genital.

Leia também dicas importantes sobre:

A interrupção imediata do remédio é indicada nestas situações

Em relação às reações da freqüência desconhecida, a queda de temperatura corporal, mudanças em pele, garganta ou boca.

E ainda podem acontecer vermelhidão, náusea, dor de cabeça que no geral somem com diminuição da dose, suor.

Já sobre reações nos grupos especiais de pacientes, freqüência desconhecida, em determinados pacientes, em especial os com história de doença em rins, ou nas situações da superdose, pode acontecer redução temporária de função do rim, inflamação de rins.

As crises da asma podem ser notadas nos pacientes com propensão.

Informar ao médico, farmacêutico ou cirurgião-dentista o surgimento das reações indesejáveis por utilização da neosaldina.

Informar ainda para empresa por meio do serviço de atendimento.

Vídeo | Consequências De Usar Alguns Medicamentos Durante A Gravidez

Vídeo | Mulher Grávida deve ter cuidado ao ingerir remédios