Quem pode emitir debêntures incentivadas? - Será Que Pode

Quem pode emitir debêntures incentivadas?

quem pode emitir debentures

Hoje vamos abordar aqui sobre debêntures incentivados e quem pode emitir essa excelente alternativa de investimento.

Anúncios

Não sei se você já ouviu esse nome por aí, pois parece um palavrão, é um nome estranho, mas na verdade é uma excelente opção de investimento.

Vamos explicar um pouco como funciona para você correr atrás da sua corretora e pedir esse investimento que é uma alternativa muito bacana para você diversificar seu portfólio e montar sua carteira.

Debêntures incentivadas são títulos de dívidas

Debênture é um nome feio, esquisito, estranho para dizer o seguinte: você pode comprar um título de dívida de uma empresa, ou seja, você pode emprestar dinheiro para essa empresa.

Veja bem, é uma empresa privada, então é diferente de comprar um título público, quando você empresta dinheiro para o governo.

Uma debênture significa que uma empresa, como por exemplo a Petrobras, a Vale ou uma empresa do setor energético, em caso de São Paulo a Enel.

Pois bem, essas empresas captam dinheiro de diversas maneiras, e uma delas é através da emissão de ações, então elas procuram sócios no Mercado de Ações.

No Mercado de Ações você fica sócio da empresa. Correto?

No caso da debêntures você compra um pedacinho de uma dívida dessa empresa, ou seja, você empresta dinheiro para ela.

Será como se você fosse uma espécie de banco. Essa empresa capta dinheiro com investidores e promete um retorno, ou seja, uma taxa, um retorno, uma rentabilidade para você quando empresta esse dinheiro para ela.

Benefícios do investimento

Debênture é o título da dívida, você empresta dinheiro para empresa.

Dizemos incentivada porque as empresas têm por parte do governo incentivo quando elas vão pegar dinheiro de investidores como eu e você e vão usar em projetos que mexem com a infraestrutura do nosso país.

Quem pode emitir debentures incentivadas são empresas que vão construir:

  • Rodovias.
  • Estradas.
  • Aeroportos.
  • Entre outros projetos que são cuidados e gerenciados pelo governo federal.

Desta forma permitem que essas empresas façam captação de dinheiro e remuneram os investidores com isenção de Imposto de Renda.

Por isso chama-se debêntures incentivada. Você vai emprestar dinheiro para empresa e ela vai te pagar uma rentabilidade que você conhece quando comprar esse título da dívida, e finalizando você não paga imposto de renda.

Qual é a beleza então do negócio? Você tem rentabilidades muitas vezes próximas ou maiores do que no tesouro direto sem pagar Imposto de Renda.

Tesouro direto e debêntures incentivadas?

Concordamos que o tesouro direto é o investimento mais seguro.

Sim é mais seguro, pois empresa tem mais risco do que o governo, mas, quando a gente fala de empresas como Petrobras, Vale, empresas que envolve setores da área de energia, transmissão e geração de energia;

Estamos falando de empresas que são muito grandes e que tem um fluxo de caixa muito interessante e possuem acima de tudo uma base para funcionar muito boa referente ao segmento onde elas atuam.

Sobre quem pode emitir debêntures incentivadas: Temos a Petrobras com praticamente a única empresa nacional que produz combustível, fazendo toda a cadeia.

Temos empresas no setor elétrico, oferecendo geração e transmissão que são garantidos muitas vezes garantidos pelos próprios governos estaduais federais etc.

Com tudo isso dá uma facilidade muito grande para essas empresa terem geração de caixa e uma demanda muito conhecida, sendo uma boa opção para você investir e ser um dos credores dessas empresas.

Qual debêntures incentivada tem menos risco?

Como é que você sabe qual empresa é melhor ou não em termos de risco?

Para isso temos uma coisa chamada classificação de rating, ou seja, avaliação.

Nesta etapa sugerimos que você pesquise bastante e fale com seu assessor de investimentos.

Resumindo: existem três letras de classificação para as debêntures, ou seja, as com baixa classificação vão pagar mais devido ao risco e as mais conhecidas menos.

Hoje os retornos estão muito próximos do que você vai encontrar por exemplo no tesouro IPCA, com algumas variações muito acima disso para empresas que têm notas de crédito mais baixa.

Os prazos variam de 2 anos a 10 anos e você tem um mercado secundário, onde pode sair antes, embora não seja necessariamente essa indicação.

Quem pode emitir debêntures incentivadas são grandes empresas, correto isso você entendeu! E para investir nelas como fazer?

Simples: O investimento é realizado através das corretoras de valores.

Vale a pena investir em debêntures incentivadas?

Você gostou do que leu até aqui e quer saber agora se vale realmente a apena ou não investir, portanto conheça a seguir 4 vantagens e desvantagens do investimento em debêntures incentivadas.

Como qualquer outro tipo de investimento sabemos que haverá sempre suas vantagens e desvantagens, e sabendo disso, separamos aqui as diferenças para facilitar sua tomada de decisão.

01 Vantagem – Rentabilidade

A primeira delas tem a ver com a rentabilidade, afinal de contas como você já deve ter visto durante este artigo que esse investimento possui um risco maior do que a maioria das alternativas comuns que você encontra nos bancos de renda fixa.

Desta forma para que o investidor queira correr um pouco mais risco, ele vai exigir também um retorno maior e é isso que as debêntures acabam oferecendo.

02 – Isenção de imposto de renda

A segunda grande vantagem das debêntures incentivadas, é que no Brasil existe um incentivo de isenção de imposto de renda nas empresas que quiserem financiar projetos de infraestrutura.

Essa isenção de imposto faz com que esse tipo de investimento seja o mais atrativo, pois beneficia até mesmo com isenção que faz a antecipação com lucro.

03 – Você pode fazer o resgate a qualquer momento

A terceira vantagem é que enquanto outros títulos de renda fixa você tem carência para ter acesso ao seu dinheiro, com por exemplo em títulos de LCI e LCA, na debêntures não, ou seja, você pode resgatar com lucro a qualquer momento.

E para fazer isso você deve vender seu título de dívida para outro investidor no mercado secundário. Conte com o seu assessor de investimento para fazer isso.

Isso é muito importante pois te dá tranquilidade caso você precise do seu dinheiro antes do vencimento a fim de cobrir uma emergência.

04 – Receba periodicamente lucro sobre as debêntures

A última vantagem é interessante especialmente para quem está preocupado em gerar uma renda ao longo do tempo.

Isso porque as debêntures incentivadas permitem um pagamento de cupons em indiferentes períodos, seja em 6 meses, um ano e assim por diante.

Esses cupons são na verdade uma antecipação dos pagamentos dos juros e de amortizações, que seria uma devolução de uma parte daquele dinheiro que você investiu.

01 Desvantagens – Elevado risco!

desvantagens da debêntures incentivadas de infraestrutura

Agora como tínhamos antecipado no começo desse artigo, as debêntures podem não ser para todos os investidores.

A primeira desvantagem tem a ver com o elevado risco de crédito, isso porque como elas não são protegidas com o Fundo Garantidor de Créditos, se a empresa que emitiu o título vier a falir, você pode perder todo o dinheiro investido.

02 – Baixa liquidez

A segunda desvantagem tem a ver com a baixa liquidez do título, mas isso não vale para qualquer uma.

Tenha cuidado, pois se você investir o seu dinheiro numa empresa que seja muito pequena e pouco negociado no mercado secundário, nem sempre você vai conseguir encontrar um comprador para seu título.

Então é muito importante você pesquisar e conhecer muito bem a qualidade da empresa que você está investindo.

03 – As debêntures não são padronizadas

Quando você deseja investir em qualquer outro título de renda fixa, em bancos ou corretoras o processo é simples, você escolhe o título com a melhor taxa e retorno, faz a solicitação de investimento e pronto.

Já nas debêntures incentivadas o processo de investimento é bem complexo e você deve estar muito bem a par de toda a negociação da dívida.

04 – Você talvez não possua qualificação para investir!

Apesar de ser um investimento bastante acessível e atrativo, infelizmente algumas debêntures estão disponíveis apenas para poucos investidores qualificados.

Essa qualificação é realizada pela CVM e dá acesso apenas a investidores que possuam no mínimo mais de 01 milhão de reais aplicados somente no mercado financeiro.

Isso é bastante ruim porque acaba limitando o acesso da grande maioria das pessoas as melhores oportunidades disponíveis no mercado financeiro.

Vídeo | Aprenda o básico sobre este investimento

Considerações finais!

Você gostou deste nosso conteúdo especializado?

Ficou com alguma dúvida não esclarecida durante este artigo? Escreva abaixo um comentário com sugestões ou críticas sobre este tipo de investimento.

Veja também: Qual é a melhor corretora para day trade e Day trade é furada

Desejamos a você ótimos investimentos, até breve!