O Medicamento Exodus possui Efeitos colaterais?

O Medicamento Exodus possui Efeitos colaterais?

exodus 10mg efeitos colaterais

Exodus é remédio antidepressivo, em que o princípio ativo é oxalato de Escitalopram, com indicação a tratar depressão e mais transtornos mentais, de exemplo a síndrome do pânico, ansiedade, ou transtorno obsessivo compulsivo.

Anúncios

Tal medicamento tem produção por laboratórios Aché, e é vendido em farmácias, somente com a receita médica.

E pode ser vendido em forma de comprimido revestido, em doses de 10 mg, 15 mg, e 20 mg, ou por gotas, em dose de 20 mg/ml.

Efeitos Colaterais do Exodus

E alguns dos efeitos colaterais principais de Exodus fazem inclusão da redução de apetite, aumento ou perda do peso, náuseas, insônia, dor de cabeça, sonolência, formigamento, tontura, diarréia, tremores, constipação, boca seca, mudança em libido, impotência sexual.

Em presença dos efeitos colaterais é essencial verificar com médico, de forma a avaliar possibilidade das alterações em tratamento, como horário de utilização, dosagem, ou alteração de remédio.

Ação do Exodus

Escitalopram que é princípio ativo de Exodus se mostra remédio bastante usado a tratar ansiedade generalizada e fobia social.

Tratar depressão ou prevenir recaídas, tratar transtorno do pânico, e tratar transtorno obsessivo compulsivo.

Tal remédio é usado ainda de coadjuvante de tratamento para mais transtornos mentais, de exemplo a confusão mental, ou psicose, quando recomendado por neurologista ou psiquiatra, em especial a auxiliar em controlar comportamento, e diminuição de ansiedade.

Escitalopram foi desenvolvido no espaço de tempo curto correspondendo a 3.5 anos por H. Lundbeck, empresa farmacêutica dinamarquesa. Comparando, o processo do desenvolvimento de remédios novos geralmente demanda de 5 a 6 anos.

Oxalato de escitalopram teve desenvolvimento por isolamento de parte da molécula de Citalopram, popular de isômero.

Esse fármaco é indicado a tratar e prevenir recorrência ou recaídas de depressão, transtorno da ansiedade generalizada, transtorno do pânico sem ou com agorafobia, fobia social, e transtorno obsessivo compulsivo.

Uso Geral

Escitalopram é inibidor seletivo de recaptação da serotonina, e atua de forma direta em cérebro ao corrigir baixas concentrações de neurotransmissores, especialmente serotonina, com responsabilidade por sintomas da enfermidade.

Normalmente, Exodus tem administração via oral, nas gotas ou comprimidos, uma vez diariamente, ou segundo indicar o médico.

A ação, como de qualquer antidepressivo, não se mostra imediata, com possibilidade de duração de 2 a 6 semanas para seu efeito ser percebido, assim, é essencial não interromper o uso do remédio sem anteriormente falar com médico.

Contraindicações

Exodus tem contraindicação para situações seguintes:

– indivíduos que sofram de hipersensibilidade para Escitalopram ou para componente qualquer presente em sua fórmula

– indivíduos diagnosticados com doença cardíaca denominada prolongamento de intervalo QT, ou síndrome congênita do DT longo, ou que utilizam remédios que geram prolongamento de intervalo QT, por causa do risco em relação às complicações cardiovasculares

– indivíduos no uso concomitante de remédios de classe IMAO, como Fenelzina, Moclobemida, por causa do risco de síndrome serotoninérgica, que gera aumento de temperatura, tremor, agitação, coma, risco de morte

Normalmente, tais contraindicações são necessárias não apenas ao Exodus, porém, ainda para qualquer remédio que apresente Escitalopram ou mais remédio de classe de inibidores seletivos de recaptação da serotonina.

Leia também: