O que comer na gravidez para o bebê nascer saudável?

O que comer na gravidez para o bebê nascer saudável?

o que comer na gravidez para o bebe ganhar peso?

O que comer na gravidez para não engordar?

Anúncios

A grávida não tem que comer por 2 pessoas, e sim para a saúde dela e do bebê.

Isto não quer dizer dobrar porções e comer 2 pratos cheios pelo almoço.

A gestante deve elevar a quantidade de calorias na dieta.

No entanto, o organismo dela precisa de ao máximo, 350 calorias a mais diariamente, o mesmo que 2 copos de leite integral.

Anúncios

O que importa na realidade, não é consumir mais, e sim se alimentar bem.

Na gravidez, o corpo da mulher necessita de quantidade superior de nutrientes de modo que o bebê cresça e também se desenvolva.

Desta forma, é ideal manter uma dieta:

  • diversificada e rica nas verduras,
  • frutas, carnes magras,
  • leite e derivados,
  • carboidrato integral.

Comer um Prato Cheio ou em Medida Adequada?

Nos iniciais 3 meses, uma gestante necessita de 150 calorias a mais diariamente.

Pelo segundo e terceiro trimestres, trata-se de entre 300 e 350 calorias a mais. Isto é uma média, ou seja, cada grávida possui necessidades diferentes.

Vai depender de como era o consumo e peso da mulher anteriormente à gravidez, e como se encontra sua saúde.

A alimentação na gestação está rodeada por mitos. Além de se alimentar por 2, há pessoas que pensam que quanto mais engordar a grávida, é melhor ao bebê. Trata-se de equívoco.

Engordar além da medida é tão prejudicial em gravidez como em qualquer mais fase da vida dela.

Na realidade, o ideal assim como quando não é gestante, para alimentar-se de forma saudável neste período, vale o mesmo, comer sem exageros, de tudo, com respeito à fome, e a driblar a atitude gulosa.

O prato saudável da gestante se caracteriza colorido e variado

Os grupos alimentares todos devem integrar a dieta diária dela:

  • as frutas, vegetais,
  • carboidratos, legumes,
  • gorduras e proteínas,
  • sem contar bastante água.

Para garantia da disposição pelo dia inteiro e auxiliar no combate de problemas como cansaço e náuseas, azia, as refeições devem ter divisão entre as 3 principais.

Ou seja, o café da manhã, depois o almoço, e jantar, com ao menos 2 pequenos lanches entre elas.

Os alimentos industrializados, as frituras, excesso do café, gordura saturada, e excesso do açúcar, devem ser condições evitadas sempre.

As bebidas alcoólicas são proibidas, fazem mal ao bebê. Se tiver dúvida, o nutricionista ou médico pode auxiliar.

Leia também:

Alimentos que Não Podem Faltar na gravidez

Durante a gestação, o organismo necessita de mais nutrientes, que manterão a saúde da mulher e garantirão o desenvolvimento do filho.

Não podem faltar no cardápio da gestante o ácido fólico, cálcio, ferro, fibras, proteínas, e vitaminas.

Para formação de ossos do bebê, é necessário reforçar a ingestão do cálcio.

A gestante necessita de 1300 miligramas deste mineral diariamente, 30% a mais do que o natural.

O cálcio é encontrado no leite e iogurte, e ainda nos queijos magros.

Em relação às vitaminas, estas possuem muitas funções à saúde da grávida e do bebê.

São supridas as necessidades todas do corpo quando se mantém alimentação muito colorida e variada, com vários legumes, frutas, nozes, verduras, derivados de leite, carnes magras e cereais integrais.

No entanto, o médico ainda pode apontar suplemento se pensar necessário.

Vídeo | Diário de Gravidez | Primeiro Trimestre por Juliana Goes

Vídeo | Alimentação da gestante no primeiro trimestre

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.