Grávida Pode Tomar Sol? Benefícios na gravidez! - Será Que Pode

Grávida Pode Tomar Sol? Benefícios na gravidez!

estou gravida e tomei muito sol na barriga

As medidas de cuidado em relação à exposição ao sol devem ser redobradas na gestação.

Anúncios

A pele da grávida se caracteriza mais sensível, assim a mulher deve escolher pelo protetor solar que tenha fator de proteção máximo, evitando picos do sol.

E pode aproveitar o sol no início da manhã e pelo fim da tarde, sempre usando protetor solar e lembrar-se do guarda-sol e chapéu.

Todos estes cuidados impedem a incidência direta de raios solares na pele e ainda minimizam risco de surgimento de manchas características deste período.

Aumento do Inchaço pelo Sol

O calor pode causar aumento do inchaço, já que a temperatura alta gera dilatação de sistema venoso.

Mas, determinadas estratégias auxiliam para combate ao inchaço.

Se esforçar a não ficar tanto tempo na posição sentada, nem de pé, sem se mover.

As leves caminhadas minimizam também a questão. E reduzir a quantidade do sal no alimento.

Pela borda da piscina, ou areia da praia, sentar-se e esticar as pernas na outra cadeira.

Banho de Mar

A gestante pode tomar banho de mar, desde que tenha atenção com alguns detalhes.

Para que seja evitado esforço bastante intenso e risco da queda gerada pelas ondas fortes, a grávida não deve nadar nas profundas áreas.

A indicação é que o nível da água esteja na altura de joelho.

Mais um cuidado é ficar de costas às ondas, assim não existe choque direto com a área do abdômen.

É importante lembrar que a permissão ao banho de mar vale à gestação de baixo risco.

As grávidas com perigo do abortamento em inicial trimestre, as hipertensas, ou com qualquer mais restrição, estas devem dialogar anteriormente com o médico.

Gestantes e o Sol

Para vários especialistas, não é uma idéia boa se bronzear, pela luz do sol ou de modo artificial, independentemente de ser gestante ou não.

Mesmo sendo bonito, o bronzeado nada mais é do que a tentativa da pele para proteger-se do raio ultravioleta, que causam intensificação de efeitos do envelhecimento e ainda pelo aumento do risco do câncer de pele.

Na situação particular das grávidas, a pele já se encontra mais suscetível e sensível para queimadura, por causa do nível maior de estrogênio e do denominado hormônio melanocítico, que são capazes de acelerar a pigmentação de pele.

Existe ainda o risco de surgirem manchas que nem em todo caso podem ser retiradas após o parto.

O pedido é que as mulheres protejam-se maximamente de luz solar, usando protetores de eficiência alta, com chapéu, e sem exposição da pele de forma direta.

Leia também:

Considerações finais

Os óculos escuros grandes também se caracterizam boa ferramenta à proteção do rosto, com o filtro solar.

Existem gestantes que desenvolvem as escuras manchas pelo rosto, populares como cloasma, trata-se de sinal que a pele reage mais do que natural para luz do sol e é necessário preservar a mesma.

Os cloasmas podem agravar tanto pelo bronzeamento natural como com artificial.

Mais um ponto negativo de se expor para o sol por tempo prolongado é risco de desidratar, situação ruim ao bebê e mulher.

Vídeo | Tomar sol na gravidez evita estrias