Grávida Pode Tomar Café? Será que deixa o bebê agitado?

Grávida Pode Tomar Café? Deixa o bebê agitado?

gravida pode tomar café com leite?

Será realmente que o bebê pode ficar agitado quando a gestante faz o consumo excessivo de café? Café puro ou com leite é prejudicial na gravidez?

Anúncios

Continue em nosso artigo completo sobre o assunto.

A gestante não necessita interromper de modo completo a ingestão do café e refrigerantes ou de consumir chocolate.

No entanto, a recomendação é que o consumo se apresente moderado e não passe 200 mg diárias.

Esta quantidade é o mesmo que, aproximadamente, 3 cafés expressos.

Anúncios

Pode ou não café na gravidez?

De fato, depois de décadas de polêmica e estudos indicando resultados inteiramente diversos.

Ainda não existe consenso em relação à quantidade de cafeína que se caracteriza segura ingerir na gestação.

Deste modo, o ideal é ter cautela pensando na saúde do filho e reduzir a dose diária.

Esta atenção é por causa do fato que o excesso da cafeína pode elevar riscos do aborto espontâneo ou de o bebê ter nascimento com peso baixo.

No entanto, anteriormente a ficar preocupada sobre o exagero em dose, ter calma. As chances de problemas ocorrerem são consideradas pequenas.

Comidas e Bebidas que Contêm Cafeína

A cafeína pode ser percebida nos chás, cafés, refrigerantes com base em cola e nos chocolates.

Determinados remédios, a incluir o para dor de cabeça, alergia e resfriado, contêm também a cafeína.

Não ingerir nenhum medicamento na gravidez sem anteriormente fazer consulta com o obstetra.

A quantidade da cafeína no café e chá pode variar muito, a depender de marca, do modo como são preparados, mais fracos ou mais intensos, e da dimensão da xícara para servir.

Para uma idéia aproximada de proporção da cafeína em determinados alimentos e bebidas:

  • café expresso, 30 ml, 40-75 mg
  • café coado, 240 ml, 95-200 mg
  • chá mate, 240 ml, 27 mg
  • chá verde, 240 ml, 24-40 mg
  • refrigerante à base de guaraná, 350 ml, menos de 5 mg
  • chocolate ao leite, 50 g, 20-40 mg

Efeito da Cafeína no Corpo da Gestante e no Corpo do Bebê

A cafeína se caracteriza estimulante responsável por aumentar o ritmo cardíaco da grávida e o metabolismo, o que como resultado, afeta o modo como o bebê se sente.

Mesmo que este tipo de estímulo, na situação de constante, não ser saudável ao feto, os momentos breves, sendo exemplo os que seguem da ingestão de uma xícara do café, não chegam a ser prejudicial.

É importante considerar, além do bem-estar do bebê, o bem-estar da própria mãe.

A enorme quantidade da cafeína possui efeito diurético, o que significa ir mais ao banheiro urinar.

Mais um problema provocado é a insônia e pode ocasionar dor de cabeça após ser filtrada para o exterior do corpo da mulher.

O café e chá ainda podem ser prejudiciais para capacidade do corpo da grávida de absorver ferro se ingeridos na refeição ou no intervalo de 30 minutos antes ou após a refeição.

Leia também:

A baixa do ferro na gestação pode levar à anemia

Há possibilidade que o próprio corpo da mulher se encarregue de deixar a cafeína.

Várias mulheres percebem que sua paixão por café desaparece no trimestre inicial da gravidez, quando muda o paladar e a náusea ainda pode incomodar.

Quando não for o caso, não é necessário se preocupar, pois é possível permanecer aproveitando o que aprecia, a cortar a cafeína aos poucos.

Vídeo | Será que grávida pode tomar cafézinho?

Vídeo | Efeitos do consumo de café durante a gestação

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.