Grávida Pode Fazer Progressiva? Riscos na gestação?

Grávida Pode Fazer Progressiva? Riscos na gestação?

progressiva para gestante e lactante

Quais os riscos de se fazer progressiva na gravidez?

Anúncios

Não existem ainda pesquisas suficientes para certificar-se de que se caracteriza inteiramente seguro relaxar ou alisar artificialmente os fios na gestação.

Por esta razão, vários médicos consideram que o ideal é evitar o alisamento, em especial em inicial trimestre da gravidez, momento crucial em formação de órgãos do feto.

Anúncios

Quer fazer progressiva na gravidez?  Veja quais os riscos:

A escova progressiva e mais tratamentos com objetivo de alisamento dos fios se resumem procedimentos realizados usando produtos químicos.

Anúncios

O mais comum destes é o formaldeído ou formol, substância indicada como cancerígena por Inca, Instituto Nacional do Câncer, e por OMS, Organização Mundial de Saúde.

Segundo a Vigilância Sanitária, a agência de governo responsável por regulamentar este tipo de produto, o formol apenas tem permissão em cosmética atuando de conservante, sendo a concentração menor que 0.2%, esta que não possui poder de alisar.

A recomendação é ter cuidado até com métodos mais novos, anunciados como de maior segurança ou sem química, já que estes também podem apresentar formol e ser de modo igual tóxicos sem a mulher nem mesmo saber.

Em rótulos, o formol pode surgir com denominação como:

  • formalina,
  • formaldeído,
  • metileno glicol,
  • metil aldeído,
  • metanal,
  • oxido de metileno,
  • formalida 40,
  • BFV,
  • morbicida,
  • aldeído fórmico,
  • formalite.

Produtos certificados

Há produtos com certificação por Anvisa apresentando propriedades alisantes sem conter formol, de exemplo:

  • o hidróxido de sódio,
  • ácido tioglicólico,
  • hidróxido de cálcio,
  • hidróxido de potássio,
  • hidróxido de guanidina,
  • hidróxido de lítio.

Mesmo assim, o recomendado é analisar situação a situação, isso pelo obstetra.

É necessária bastante atenção ao escolher o salão em que será realizado o alisamento, já que não é situação incomum que o formol seja adicionado após para a mistura industrializada de modo a potencializar o efeito de escova progressiva.

Ficar de olho no local e no profissional que fará o procedimento, e sempre demonstrar a preocupação sobre ser gestante.

Pedir para verificar a embalagem de todo produto que tiver contato com a pele e buscar certificação pela Anvisa.

Não utilizar nada que se caracterize caseiro

E, determinados especialistas consideram que a quantidade do produto que tem absorção pelo organismo se mostra muito pequena para levantar preocupação, desde que não haja abuso pela mulher em relação aos tratamentos e aguarde passar o trimestre inicial.

Além da questão acerca de absorção dos componentes em fórmula por pele, o vapor químico que espalha pelo ar na hora de aplicar deve ser aspirado o menos possível pela grávida, já que podem prejudicar o bebê.

Leia também dicas importantes para gestantes:

O ambiente deve se apresentar arejado adequadamente

A pessoa que trabalha no salão de beleza e é gestante, deve se proteger corretamente do contato com tais vapores, consultar o obstetra para verificar que tipo de proteção e máscara eficiente,

porque máscara comum não vai proteger em relação aos gases e formol, e utilizar as luvas sempre para que os produtos sejam manuseados.

Mais uma dica é trabalhar próximo às janelas, devido à natural ventilação.

Nos iniciais 3 meses da gestação, não pintar os fios ou fazer progressiva, no entanto, após este período, já é possível fazer alguns retoques no cabelo.

Vídeo | Escova Progressiva na Gravidez

Vídeo | Alisamento e escova progressiva durante a gestação e amamentação

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.