Capacitismo: o que é e como não praticar!

Capacitismo: o que é e como não praticar!

Pouco se fala sobre capacitismo na internet e principalmente no dia a dia fora dela. Mas vamos abordar o assuto hoje, depois do ocorrido com um participante dentro do Big Brother Brasil 24, que se sentiu constrangido e julgado incapaz por outra pessoa.

Anúncios

O capacitismo é o ato de julgar que pessoas portadoras de deficiências físicas não podem desenvolver atividades e são julgadas como incapazes por outras, sendo considerado até mesmo uma forma de preconceito.

Selecione a opção abaixo: 

Anúncios

Escolha a opção acima e você será redirecionado(a) para um conteúdo do nosso blog, onde explicamos como usar seu Whatsapp pelo computador.

Formas de evitar atitudes capacitistas

Muita gente ainda pratica atitudes que podem ser consideradas capacitistas sem perceber, levando pessoa portadoras de deficiência a se sentirem julgadas ou até mesmo incapacidtadas de exercer atividades que outras pessoas fazem. Deixar que a pessoa se desenvolvas e participe ativamente é uma forma de inclusão e também de evitar conceitos negativos.

As deficiências físicas e mentais podem se apresentar de diferentes maneiras nos indivíduos, e é importante naão generalizar. Nem tudo que um indivíduo não consegue fazer, outro na mesma condição também não conseguirá. Pessoas são pessoas, e devem ser tratadas como tal em quaisquer circunstâncias. Veja como aniquilar de vez atitudes capacitistas do seu convívio.

Aplicativo de celular

Hand Talk

ANDROID

IOS

Traduza textos para a língua de sinais e se comunique com pessoas com deficiência auditiva de maneira mais assertiva.

Você permanecerá no mesmo site

1. Não adote esteriótipos

Pré-definir alguém pela deficiência que carrega ou até mesmo que tal pessoa não consiga desenvolver tal atividade por portar alguma deficiência é esteriotipar este indivíduo. Aniquilar o capacitismo é eliminar e vez os esteriótipos que as pessoas portadoras de deficiência são submetidas ao longo de suas vidas.

2. Esteja atento á acessibilidade

Por mais que você não seja portador de nenhuma deiciência, eteja sempre atento á acessbilidade nos locais, afinal, pessoas com deficiência precisam exercer atividas como todas as outras, e muitos lugares ainda não dispõe de uma estrutura adaptada para atender todo o público amplamente.

3. Ofereça apoio em necessidades reais

Em caso de pessoas portadoras de necessidades especiais, é importante você aguardar que a sua ajuda seja solicitada. Pode ser extremamente incômodo para quem porta alguma deficiência receber suporte o tempo todo, por suposições de que ela não é capaz de desenvolver atividades comuns do dia-a-dia.

4. Seja inclusivo

Use os termos corretos ao se referir ás pessoas portadoras de necessidades especiais, evitando o uso de termos perjorativos por mais enraizados que eles estejam no vocabulário popular. Reaprender e praticar a inclusão é possível, e trará melhor convívio em sociedade para as pessoas com tais necessidades.

5. Valorize suas habilidades

Valorize a colaboração e os atos das pessoas portadoras de deficiência, e reconheça sua ajuda em todos os aspectos da vida em sociedade. Não é por que uma pessoa porta uma deficiência que ela não tem sua contribuição para a sociedade e para o mundo, e esta contribuição deve ser devidamente reconhecida.

A inclusão mora nos mínimos detalhes.

Eliminar o capacitismo é proover a inclusão!

Permitir que as pessoas portadoras de deficiências, sendo elas físicas ou mentais, participem e exerçam seus papéis na sociedade é garantir um convívio inclusivo e a aniquilação dos preconceitos que foram gerados através do tempo. É garantir uma sociedade equilibrada, e saber que todos têm um espaço no ambiente em que vivem.

Eliminar o capacitismo ainda é uma tarefa difícil em alguns lugares dentro do Brasil e do mundo, mas não é impossível. Muitas pessoas na internet criaram movimentos  a fim da conscientização de atitudes capacitistas, e tornar a sociedade cada vez mais inclusiva quando te trata de pessoas portadoras de deficiências.

Perguntas Frequentes:

Capacitismo é uma forma de discriminação e preconceito direcionada às pessoas com deficiência. Envolve a crença de que as pessoas com deficiência são inferiores ou menos capazes do que as pessoas sem deficiência, levando a atitudes discriminatórias, estereótipos negativos e exclusão social.

O capacitismo pode se manifestar de várias maneiras, como atitudes de piedade, estereótipos, falta de acessibilidade, exclusão de oportunidades educacionais ou de emprego, linguagem ofensiva e a suposição de que pessoas com deficiência são menos competentes.

O capacitismo está relacionado à discriminação contra pessoas com deficiência, enquanto outras formas de discriminação, como racismo ou sexismo, estão relacionadas à cor da pele, gênero, orientação sexual, entre outros. O capacitismo se concentra nas capacidades físicas ou mentais das pessoas.

Podemos combater o capacitismo promovendo a conscientização, educando as pessoas sobre as capacidades das pessoas com deficiência, promovendo a inclusão em todos os aspectos da sociedade, garantindo acessibilidade, desafiando estereótipos e linguagem discriminatória, e apoiando políticas inclusivas.

É crucial combater o capacitismo para criar uma sociedade mais justa, inclusiva e equitativa. Isso permite que pessoas com deficiência tenham igualdade de oportunidades, sejam valorizadas por suas habilidades e contribuições, e tenham acesso a recursos e serviços que lhes permitam viver suas vidas plenamente.

Artigos do Site

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.