Qual Antibiótico para Dente Inflamado Eu Posso Tomar?

Qual Antibiótico para Dente Inflamado Eu Posso Tomar?

Antibiótico amoxicilina serve para dente inflamado

Qual é o melhor Antibiótico para Dente Inflamado?

Anúncios

A dor de dente representa incômodo que pode estar relacionada com diversas causas.

É importante saber quais as situações que pode ser preciso utilizar antibióticos para tratar a dor.

De início, foi percebido um incômodo, que ao passar do tempo evoluiu para dor intensa nos dentes.

Tal sintoma pode apresentar diversas causas, assim é fundamental ter atenção para este sinal e a ida para dentista não ser adiada.

As formas para tratar podem ser muitas, no entanto, há determinados casos em que o antibiótico pode ser necessário.

Fatores Diversos Podem Ocasionar Dor de Dente

As dores de dente podem ser geradas pelas razões diversas.

Entre as causas possíveis se encontram as fraturas, restaurações mal adaptadas, toque prematuro, que é quando ao fechar os dentes acontece contato entre algum dos dentes, isso anteriormente ao que seria correto.

Principais causas

A mais geral entre as causas possíveis se caracteriza a cárie profunda.

Os tratamentos mudam segundo a causa. Os tratamentos à dor de dente dependerão do motivo deste problema.

Pode ser ao trocar restauração que apresenta determinada infiltração, a tratar o canal de dente que ocorreu fratura, a escariar dente que está apresentando cárie.

O dentista vai analisar o motivo e apontar o adequado tratamento a cada pessoa.

Quando É Necessário Antibiótico para Dente inflamado?

Há situações em que a cárie ou trauma podem ocasionar necrose do dente.

Tal necrose aponta infecção, que pode ter diagnóstico por meio dos sintomas particulares, e a dor de dente é um sintoma.

Nestas situações é possível que haja indicação da utilização do antibiótico ao paciente, para prevenir e como forma curativa.

O analgésico ainda pode ter indicação à utilização de paciente, como maneira para combate da dor gerada por infecção.

Várias vezes a utilização dos 2 remédios é associada ao controle de sintoma da dor de modo mais eficiente.

No entanto, não se automedicar! A indicação da utilização do antibiótico deverá ser realizada apenas pelo dentista.

Os antibióticos se caracterizam remédios que devem ser usados com parcimônia, e apenas o dentista vai saber apontar qual é o de maior indicação a aquele caso, a quantidade de dias que deverá ingerir, a dosagem.

Leia também:

Medida Inicial

A medida inicial deve ser a consulta com o dentista.

Se a dor de dente surgir, a medida inicial a ser feita deve ser buscar auxílio do dentista e fazer exames de necessidade ao diagnóstico da razão da dor.

Deste modo, o dentista vai poder indicar o plano de tratamento que seja capaz da cura do problema de modo mais rápido possível.

Vídeo | Menos Antibiótico para dente inflamado e Mais Intervenção!

Remédio Caseiro para Dente inflamado

Há vários remédios caseiros para dor de dente que são indicados atualmente:

  1. mastigação do alho
  2. aplicação de cravo moído e azeite ou óleo vegetal
  3. dispor a cebola crua sobre o dente
  4. bochecho usando água quente e sal
  5. aplicação do extrato da baunilha
  6. mastigação de folhas de losna

Porém, tais remédios caseiros nem sempre se mostram eficientes, todos estes produtos possuem determinada ação em relação às dores, no entanto, funcionam a tipos de dores diversas.

Vídeo | bactérias na boca podem causar infecções mais graves

Quais são os efeitos colaterais do antibiótico

Antibiótico é um tipo de remédio comum que as pessoas utilizam.

E se aceita como algo natural no momento de se medicar, porém, é preciso entender claramente os efeitos que produzem no corpo.

O antibiótico se caracteriza substância química, esta impede o desenvolvimento dos micro-organismos, em especial bactérias, e é utilizado ao tratamento de todo tipo das infecções geradas pelos germes.

Antibiótico é remédio que atua a evitar o desenvolvimento de bactérias que se mostram nocivas ao corpo, impedindo e também destruindo um determinado tipo de infecções.

Mesmo cumprindo função extraordinária defensiva, na tentativa da eliminação de bactérias patogênicas, elimina ainda outro tipo de bactérias, que se mostram benéficas.

Como exemplo, existem bactérias positivas que têm função a prevenir infecções geradas pelos fungos.

Por esta razão, é essencial não abusar de antibióticos e, principalmente, não ter hábito de automedicar-se, anteriormente a tomar qualquer tipo de remédio, é importante consultar o especialista.

Efeitos Colaterais Mais Comuns do antibiótico

Possíveis efeitos adversos vão depender do tipo do antibiótico que ingerir, e se caracterizam de tipos diversos.

Entre efeitos colaterais para antibióticos, são os mais comuns:

  • náuseas
  • febre
  • certas reações alérgicas
  • diarreia, pois muda equilíbrio de flora intestinal
  • danos em tendões
  • mudanças da flora vaginal
  • perda do apetite
  • sensibilidade para luz solar
  • mudança do sistema nervoso
  • visão embaçada
  • problema respiratório

Medicação com antibióticos deve ter receita pelo médico especialista, este que vai indicar a posologia adequada de modo a não ter efeitos colaterais ruins.

É importante a prudência com utilização de qualquer tipo de remédio.

2 Erros ao Tomar Antibióticos

Este equívoco é grave com qualquer remédio, no entanto, quando se fala de antibióticos em especial, é dobrado o perigo.

Existem muitos riscos envolvidos, intoxicação, alergia, e finalmente, não tratar a enfermidade. As enfermidades virais não são combatidas usando antibióticos, como exemplo.

E, ingerir remédios à toa termina a afetar bactérias naturais do organismo, e várias vezes, essas se tornam nocivas e passam a gerar enfermidades.

Mais um efeito recorrente é bactérias eventualmente nocivas gerarem resistência para antibiótico se o mesmo for utilizado de modo indiscriminado, quando em determinadas situações ele nem seria necessário a tratar.

Desta forma, anteriormente a escolher pelo tratamento, é ideal verificação com o médico se a enfermidade demanda realmente o antibiótico, a dosagem e período de necessidade.

Interação com o álcool

Atenção especial quando o assunto é a interação com o álcool.

Mais uma combinação perigosa e bastante popular é antibiótico com bebida alcoólica.

O álcool tanto pode neutralizar quanto potencializar efeitos de um remédio, em determinas situações a ativar enzimas que tornam o medicamento substâncias tóxicas ao corpo.

Isto ocorre já que o antibiótico e também o álcool são metabolizados em fígado, e tal digestão em conjunto pode causar interação e reduzir eficiência do remédio ou o tornar tóxico.

Nenhum remédio deve ser ingerido com as bebidas alcoólicas, já que a bebida interage com a maior parte de classes medicamentosas.

Leia também: