Óleo de Andiroba para Queda de Cabelo - Será Que Pode

Óleo de Andiroba para Queda de Cabelo

óleo de andiroba cresce o cabelo?

Será que o Óleo de Andiroba faz nascer o cabelo ou ajuda na queda? O óleo de andiroba tem origem da região amazônica.

Anúncios

Este é extraído de árvore da andiroba, que apresenta também madeira de qualidade alta, usada em comércio e construção civil também.

Na atualidade, o óleo de andiroba integra ainda muitos cosméticos oferecidos em mercado, exatamente por apresentar vitaminas, como a vitamina B1, A, B2, C, B6 e E, sem contar ácidos graxos e minerais.

Navegue pelos tópicos:

Benefícios do Óleo de Andiroba

Os nutrientes fazem do óleo de andiroba item com vários benefícios à beleza e saúde.

Os benefícios mais conhecidos do óleo de andiroba são nutrir e hidratar o cabelo, sendo usado para queda de cabelo, é antiinflamatório, analgésico, tem efeito repelente, e é bom para pele.

Aplicações do Óleo de Andiroba

Por se resumir óleo com extração da árvore encontrada na Amazônia, a maior aplicação dele é em utilização de repelente natural combatendo insetos.

E por sua ação inseticida, é bastante utilizado em produzir velas aromatizantes, com objetivo de espantar insetos, e para produção do sabão,

auxiliando em tratar coceiras e picadas geradas por esses, por causa da sua propriedade cicatrizante.

Pode ocorrer aplicação do óleo puro pela pele em região afetada, ou pelo corpo de repelente, a evitar picada dos insetos.

E é ainda excelente a tratar piolho, podendo ser utilizado de forma direta pelo couro cabeludo.

No entanto, tal propriedade inseticida não funciona apenas ao corpo.

Pode ser usado nas madeiras e móveis, com preservação e proteção dos cupins, sem contar aumento de durabilidade.

Usado em massoterapia de óleo de massagem

O óleo de andiroba é também bastante usado em massoterapia de óleo de massagem.

Possui ação antiinflamatória e cicatrizante que é potencializada ao massagear, a relaxar músculos, e com alívio das inflamações e dores musculares.

Por causa desta propriedade antiinflamatória, o mesmo ainda possui efeito para inchaços, contusões, doenças da pele, reumatismo.

Ajuda em regenerar o tecido inflamado e vai amaciar a pele, sendo suficiente esfregar o óleo na região machucada.

Em relação à indústria de cosméticos, o óleo de andiroba é bastante usado por causa de sua propriedade emoliente, que gera nutrição e hidratação para cabelos e pele.

Pode haver mistura nos cremes e shampoos, ajudando em combater queda do cabelo e a calvície.

De hidratante, tem maior indicação para a pessoa que possui fios cacheados, bastante volumosos e crespos, já que oferece maciez, brilho e controle para frizz.

O óleo ainda auxilia para recuperação das pontas espigadas e quebradiças, com resultado de aspecto saudável e brilhoso.

A quem tenha cabelo oleoso, o recomendado é usar o óleo apenas em pontas do fio para não ter resultado seboso.

Vídeo | Umectaçao Com Óleo de Andiroba e Creme de Hidratação

Vídeo | Benefícios medicinais e cosméticos

Indicação no tratamento de pele

Para pele, auxilia no combate da celulite, a desaparecimento das cicatrizes e manchas, sem contar oferecer maciez.

É importante notar que determinados óleos vegetais podem apresentar substâncias químicas prejudiciais para saúde, sendo exemplo os parabenos.

Assim, escolher por utilizá-los sempre no modo 100% puros. Porém, não é recomendado à ingestão humana via oral.

Um estudo feito por Universidade Federal do Pará, e Universidade Federal de Pernambuco, foi publicado que a ingestão pela via oral pode afetar de forma negativa funcionamento do fígado.

Óleo de Andiroba para Pele

Com origem na América Central, Caribe, América do Sul e África Central, as sementes de andiroba carregam vários benefícios a muitos problemas de saúde, em especial com relação à pele.

Entre as utilizações mais populares deste produto estão combater resfriado, coceira, indigestão, inflamação, vermífugo, entre mais.

Em função do seu efeito antiinflamatório e analgésico, o óleo de andiroba pode se caracterizar aliado importante para a pessoa sofrendo de dor muscular, em especial em área das costas.

As propriedades cicatrizantes ainda auxiliam em recuperar a pele e tecidos

O efeito da massagem ocorre por causa do aquecimento de fitoativos com presença em andiroba, através da fricção contra pele.

E além do alívio da dor, o óleo se mostra ainda relaxante eficiente e auxilia no combate de inflamações localizadas.

O consumo do óleo de andiroba divide ainda os especialistas, por causa dos efeitos adversos notados em fígado.

Mas, utilizado de forma externa o produto possui efeito repelente de modo a afastar insetos pequenos, trata-se de componente dos produtos ao cabelo, por causa do poder hidratante, sem contar uso para esterilizar feridas e proteger as mesmas em relação às bactérias.

Utilização dos Óleos Vegetais para o Corpo

Os óleos vegetais se aplicado pela pele têm capacidade de gerar vários benefícios, partindo da hidratação como ainda proteger contra agressão dos fungos, bactérias, e mais microorganismos.

A pele, sendo o órgão mais vulnerável para agressão externa, a cada dia sofre pelas agressões de exposição para produtos químicos, de raio solar, contato com texturas e tecidos que geram atrito.

As deficiências em alimentação e ingestão baixa da água se mostram agressões extras, que favorecem infelizmente para perda da pele dos nutrientes e sua natural proteção.

Vários destes danos ocasionam acnes, alergias e dermatites

Os óleos para o corpo ajudam a recompor a pele, sem contar gerar sobre a pele uma camada fina que protege em relação a várias agressões, dentre estas, exposição para raio solar.

Os óleos de cedro e óleo de copaíba destilada agem em combater excessiva oleosidade da pele, ajudam em proteger e reparar danos pequenos do sol, a oferecer proteção contra alergias, agressões, infecções.

Para hidratação, óleos vegetais, em especial das castanhas do Brasil e andiroba, se mostram mais leves e com menos gordura, sem contar ser biodegradáveis e hipoalergênicos.

Com aplicação pela pele, auxiliam para manter natural umidade e nutrição, se mostrando excelentes hidratantes utilizados à prevenção de ressecamento, com maciez natural mantida da pele.

Uma das melhores formas para utilizar óleos de corpo como hidratante é através da aplicação no fim do banho, estando a pele ainda úmida.

Para rejuvenescimento da pele, óleos vegetais se mostram ricos nas vitaminas

Tais vitaminas se caracterizam antioxidantes fortes, combatendo micro infecções, e oxidação celular, causadora do envelhecimento precoce, além do estímulo para produzir colágeno.

O óleo de copaíba se caracteriza antioxidante forte, que faz prevenção de envelhecimento precoce e eleva produção do colágeno.

O óleo de copaíba destilado age de antibiótico natural, a combater infecções e inflamações, como exemplo.

Andiroba Faz Nascer Cabelo?

Os óleos essenciais são sucesso para cuidado com o cabelo.

Não é à toa que aparece, cada vez mais, um produto novo extraído de várias plantas. E o óleo de andiroba para cabelo é destaque, prometendo fazer bem à saúde dos fios.

A andiroba é mais popular por se caracterizar madeira bastante usada nos móveis finos.

O seu óleo é muito popular em região amazônica devido às qualidades medicinais, como por exemplo, sendo antiinflamatório.

Óleo de Andiroba e Fios

Óleo de Andiroba e Fios

Há receitas que ensinam a preparar umectações e hidratações usando óleo de andiroba para auxiliar na recuperação dos fios ressecados.

O produto funciona em fio como filme protetor, este é como capa para proteção contra agressão externa e pode auxiliar na recuperação de cutícula danificada.

É indicado para adição no shampoo, condicionador, e para máscaras.

Separar uma porção pequena destes produtos e acrescentar algumas gotas do óleo de andiroba.

Se perceber que não está havendo resultado positivo é indicado suspender a utilização.

Para que os fios sejam mantidos lindos e saudáveis, é possível utilizar o óleo quente sem problemas.

Os ácidos graxos essenciais são capazes de promover crescimento do fio saudável e ainda natural.

Como Aplicar o Óleo de Andiroba

Para umectação a indicação é aplicar o óleo de andiroba em fios secos, sendo mecha a mecha.

Aguardar ação do produto aproximadamente por 1 ou 2 horas, e então lavar os fios normalmente. Evitar passar óleo pela raiz.

Para hidratação, potencializar o creme de hidratação usando óleo de andiroba.

Aplicar a mistura no cabelo e aguardar ação segundo a instrução da máscara, após, enxaguar o cabelo.

Quais São os Benefícios do Óleo de Andiroba?

  • diminuição do frizz- redução das pontas duplas
  • volume reduzido
  • brilho extra
  • fios macios

E o interessante, é que não há qualquer efeito colateral. Trata-se de óleo de origem natural e, assim, não gera danos para o cabelo.

O único problema pode se caracterizar excesso do produto no fio, o deixando pesado, sem o brilho.

A dica é utilizar uma vez semanalmente.

Óleo de Andiroba para Saúde

Partindo de estudos e de conhecimento indígena, já se pode falar que a andiroba possui os benefícios de repelente de insetos, cicatrização de feridas, redução de inflamações, matar bactérias da pele, relaxamento do músculo, baixar febre, matar e expulsar vermes e parasitas, reduzir dor.

O óleo de andiroba tem extração do modo sustentável partindo de sementes do seu fruto, e é a utilização mais comum da planta.

Além de ser utilizado puro, este óleo ainda pode ser aplicado em composição de produto cosmético, sendo exemplo sabonete e shampoo que fazem promessa de cabelo mais sedoso e brilhante, e a pele macia.

Para aproveitar dos benefícios de propriedades deste óleo associadas com questões musculares ou da pele, a recomendação é aplicação nas áreas desejadas da pele por muitas vezes pelo dia.

Para utilizar de relaxante muscular, é indicado usar como óleo de massagem.

Massagear a área afetada usando o óleo. Em função como repelente, é necessário que o óleo seja espalhado pelas partes corporais que vão estar expostas.

O óleo de andiroba ainda pode ser ingerido nas cápsulas que são oferecidas em farmácias a prevenir o câncer.

Andiroba Serve para Espinhas?

Andiroba é bastante tradicional aos povos da Amazônia, que utilizam seu óleo ao tratamento de luxação muscular, e de combustível nas lamparinas para iluminar.

No entanto, as propriedades desta planta seguem bem além disto, têm eficácia a tratar vários problemas de saúde, como excelente remédio natural.

A andiroba pode ser notada a crescer selvagem na Amazônia inteira, normalmente nos ricos solos, nos planaltos e pântanos da Bacia Amazônica.

Trata-se de uma das árvores grandes de folhas na floresta, percebida pelas suas grandes folhas e notavelmente texturizadas.

A andiroba produzida por árvore é semelhante com castanha

Partindo dela, há possibilidade de chegar ao óleo, fonte rica dos ácidos graxos insaturados essenciais, com 65% da sua composição, e ácido linoléico, com até 9% da sua composição, utilizados nos muitos remédios caseiros.

Tais substâncias auxiliam a diminuir taxas do colesterol e pressão arterial, e geram benefícios anticancerígenos.

À utilização cosmética, o óleo vai fortalecer o fio e ainda é remédio interessante à acne.

Na andiroba foram ainda encontradas as propriedades antienvelhecimento, por causa de suas propriedades que aumentam colágeno pela pele.

Remédios Caseiros Usando Andiroba

A propriedade anti-inflamatória em relação ao óleo de andiroba ocorre por causa dos compostos químicos promovendo de forma ativa a circulação de sangue e auxiliam a gerar alívio à dor e inchaço na lesão.

A utilização tradicional é preparar infusão usando folhas e casca e ingerir de forma regular.

As soluções tópicas são ainda feitas partindo da casca de tronco e de folhas, a aplicar de modo externo, utilizadas em tratar os tipos todos de problemas na pele, como picadas dos insetos, úlceras, ou mesmo de repelente natural.

Mais um remédio caseiro produzido partindo do óleo de andiroba é a tratar artrite e reumatismo, e para tal, é suficiente a aplicação do óleo quente topicamente e massagem da região por instantes.

Produzido com sementes da amêndoa da árvore de andiroba, que é achada na Amazônia, o óleo extraído da espécie tem reconhecimento oficial por Ministério da Saúde como agente poderoso, rico nas propriedades fitoterápicas.

E possui funções anti-inflamatórias e de cicatrização que são excelentes à renovação da pele

E remédios tópicos do óleo desta planta têm sido usados também com eficácia em tratar fraturas, por causa das quantidades altas do ômega 3, que se mostra de forma rápida, absorvido e auxilia em eliminar muitos produtos químicos naturais, que geram a inflamação e ainda restringem circulação regular na região.

O inchaço é de forma lenta diminuído por aumento de circulação sanguínea gerada por aplicar o óleo. Às infecções do ouvido, dispor 2 gotas do óleo no interior das orelhas.

E para utilização interna, normalmente de 2 ml da andiroba em copo pequeno da água morna são ingeridas, 2 ou 3 vezes diariamente, ao tratamento de gripe, constipações, tosse, e diminuir febre associada, mais infecções internas e externas em origem, e dores musculares.

E ainda pode ser usado de gargarejo ao tratamento da garganta inflamada.

Quando aplicado quente, o óleo de andiroba em fios crespos vai estimular a circulação do sangue pelo couro cabeludo, o que gera crescimento saudável de fio.