05 Fundos imobiliários mais rentáveis (O 3º É o Melhor!)

05 Fundos imobiliários mais rentáveis (O 3º É o Melhor!)

fundos imobiliários mais rentáveis

Quer descobri quais são os melhores fundos imobiliários mais rentáveis do mercado? E como investir neles?

Anúncios

Você tem o interesse em investir seu dinheiro em imóveis, mas não tem noção nenhuma de qual é a melhor opção de fundo.

Isso pode resultar em problemas, se caso você investir errado. Por isso nós trouxemos para você uma lista dos melhores fundos imobiliários disponíveis.

Anúncios

Como funciona o investimento em fundos imobiliários e quais os tipos mais rentáveis

Basicamente para quem ainda está um pouco perdido em relação aos fundos imobiliários, saiba que eles são grupos de investidores que buscam aplicar seu dinheiro em diversos investimentos imobiliários rentáveis.

Anúncios

Funcionam da seguinte maneira, muito parecidos com o fundo de investimento, eles são uma forma de investir em condomínio em uma seleção de ativos.

Mas nesse caso você irá comprar cotas do fundo em vez de comprar o ativo de forma direta. E em conjunto, você investe com outros investidores.

Tipos de fundos imobiliários mais rentáveis: Você ainda tem a opção de poder escolher entre diversos tipos de fundos. Entre eles estão:

  • Fundos de desenvolvimento imobiliário.
  • Fundos de compra e venda de imóveis.
  • Fundos de recebíveis imobiliários.
  • Fundos de Investimento Imobiliário – Lajes corporativas e galpões industriais.
  • Fundos de Investimento Imobiliário – Shoppings.

E quais são os melhores e mais rentáveis ativos imobiliários para se investir?

Os melhores fundos imobiliários mais rentáveis são aqueles que têm apresentado um crescimento contínuo, nas cotações e nos proventos pagos aos cotistas.

Entre os mais rentáveis estão:

  1. Recebíveis (35,0%),
  2. Ativos logísticos (20,0%),
  3. Híbridos (20,0%),
  4. Shopping Centers (15,0%),
  5. Lajes Corporativas (10,0%).

01 – Imobiliários Recebíveis

Hoje possui um ótimo rendimento e um risco menor do que os demais em relação de perda de patrimônio.

É uma boa alternativa em períodos de alta volatilidade do mercado, no quesito diversificação e mitigação de risco.

Contando também com 35% da carteira.

02 – Ativos Logísticos

O tempo curto de construção resulta em uma menor volatilidade, mas reduz os riscos de execução e volatilidade nos preços.

Assim a renda que é traga por esses ativos mostram uma maior estabilidade e um baixo risco no curto prazo.

Com o crescimento do e-commerce, esse ativo fica ainda mais tentador, com a crescente de ativos logísticos nas grandes metrópoles. Alcançando 20% da carteira.

03 – Fundos Híbridos imobiliários

Esses fundos possuem um investimento em diversas classes de ativos.

Isso vira um atrativo, uma vez que o fundo tem um baixo nível de risco, por conta da sua diversificação de ativos.

Também está com 20% da carteira.

04 – Shopping Center

Mesmo com a grande queda do fluxo de pessoas por conta do coronavírus, os ativos do Shopping continuaram estáveis.

E por isso não poderíamos deixar eles de lado, tente focar em fundos de shopping com uma diversificação regional e uma diversificação nos inquilinos.

No momento possui 15% da carteira.

05 – Lajes corporativas

Existem pensamentos muito otimistas em relação à melhora de operação dos edifícios corporativos.

Principalmente nas regiões comerciais de São Paulo.

Hoje com cerca de 10% da carteira.

Os Fundos imobiliários mais baratos para investimentos de longo prazo

A seguir, listamos para você que está em um momento de instabilidade, ou está começando investir agora e não quer por muito dinheiro.

Os investimentos de fundos imobiliários mais baratos de acordo com os mais baixos P/PVA.

  • GSFI11 – FII General (0,53)
  • RBVO11 – FII Riobcri2 (0,59)
  • EURO11 – FII Europar (0,66)
  • EDGA11 – FII Galeria (0,71)
  • RBBV11 – FII JHSF Fbv (0,90)
  • XPCM11 – FII XP Macae (0,90)
  • CARE11 – FII Dea Care (0,91)
  • FIGS11 – FII Gen Shop (0,94)
  • BBFI11B – FII BB Progr (0,99)
  • CNES11 – FII Cenesp (0,99)

Algumas informações extras

Caso você ainda esteja com algumas dúvidas sobre os fundos imobiliários, trouxemos algumas informações para você.

Valor mínimo: o valor mínimo para se investir em um fundo imobiliário é bem baixo, atualmente as cotas estão abaixo de R$ 5,00.

Mas também existem fundos que exigem cotas mais caras, chegando até mais de R$ 4.000,00.

Sempre se atente aos custos na hora de negociar os fundos.

Quanto rende: os fundos imobiliários de acordo com índices da e BM&FBOVESPA Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX), atingiu cerca de 29,19%.

Mas isso também pode variar de fundo para fundo, esse índice aponta uma visão mais geral.

Resgate: geralmente o resgate das cotas demoram 30 dias ou mais.

Então você precisa esperar um mês para ver o seu querido dinheiro.

Caso tenha gostado, comente aqui embaixo!

Leia também: Investimento com aporte mensal (Passo a Passo)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.