Efeitos colaterais da Gabapentina

Efeitos colaterais da Gabapentina

efeitos colaterais da gabapentina

Gabapentina é remédio anticonvulsivante que atua a tratar crises convulsivas, dor neuropática, sendo vendido sob forma de cápsulas ou comprimidos.

Anúncios

Tal remédio pode ser comercializado com denominação Gabaneurin, Neurotin, como exemplo, e tem produção por laboratório EMS ou Sigma Pharma, e pode ser utilizado pelas crianças ou adultos.

A convulsão acontece quando existe atividade elétrica anormal cerebral.

Anúncios

Tal atividade anormal pode seguir despercebida, ou nas situações de maior gravidade, pode gerar mudança ou perda da consciência junto dos espasmos musculares voluntários, que tem definição de crise convulsiva, ou ainda de convulsão.

Anúncios

Convulsões normalmente aparecem subitamente e variam na gravidade e duração. Convulsão pode ser evento único ou ocorrer vezes repetidas.

As crises recorrentes caracterizam diagnóstico da epilepsia.

Indicação para Gabapentina

Gabapentina é indicada a tratar muitas formas de epilepsia, assim como alívio da dor prolongada gerada por lesões em nervos, como ocorre na situação de diabetes, esclerose lateral amiotrófica, herpes zoster, de exemplo.

Gabapentina apenas deve ser utilizada com orientação médica, porém, a dose habitual normalmente a tratar epilepsia corresponde a 300 a 900 mg, 3 vezes diariamente.

No entanto, o médico vai decidir dose segundo as condições de cada um, sem nunca passar de 3600 mg ao dia.

Já para dor neuropática, o tratamento necessita ser realizado sempre com orientação médica, pois a dose necessita de adaptação no decorrer do tempo, segundo a intensidade de dor.

Efeitos Colaterais

Efeitos secundários de maior freqüência da utilização desse medicamento fazem inclusão de sonolência, febre, tonturas, fraqueza, erupções em pele, febre, alteração de apetite, comportamento agressivo, confusão, pressão alta, visão turva, diarréia, vômito, prisão de ventre, dor de barriga, incontinência, dor em articulações, dificuldade de ereção.

Gabapentina tem contraindicação para gestante, lactantes, e no caso de alergia para gabapentina.

E, doses devem ser adaptadas nos pacientes apresentando problema renal.

Se for esquecida a dose de gabapentina em horário determinado por médico, tomar assim que lembrar.

Mas, se já estiver próximo da hora de ingerir a dosagem próxima, pular a que esqueceu e tomar a próxima, a continuar de forma normal o esquema das doses indicado por médico.

Nesse caso, não ingerir o remédio 2 vezes a compensar doses que foram esquecidas. Se for esquecida uma dose, pode comprometer o resultado para tratamento.

Se houver dúvidas, procurar ajuda do farmacêutico ou médico, ou dentista.

Ação da Gabapentina

Gabapentina é indicada a tratar dor neuropática, que é dor por causa de lesão e ou funcionamento ruim de nervos e, ou do sistema nervoso, para adultos.

E como monoterapia, e terapia adjunta de crise epiléptica parcial, as convulsões, com ou sem secundária generalização, nos pacientes com idade a partir de 12 anos.

Gabapentina deve atuar a modular, regular, transmissões de mensagens entre células para sistema nervoso, a diminuir atividade excitatória responsável por dor neuropática e ainda por crises convulsivas.

Porém, seu mecanismo não se mostra inteiramente conhecido. E cada cápsula de gabapentina 300 mg ou 400 mg apresenta o mesmo que 300 mg ou 400 mg da gabapentina, de forma respectiva.

De excipientes, talco, povidona, álcool etílico, e água purificada.

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.